Com economia no fundo do poço, Temer diz ter trazido lucidez ao País


A uma plateia de 92 conselheiros, convidados a discutir a recessão da era Temer-Meirelles, o presidente acusou o governo Dilma Rousseff de provocar um "déficit de verdade" e "isolamento" durante sua gestão; "Substituímos o ilusionismo pela lucidez", discursou Temer, diante de uma economia com recordes históricos negativos

Brasil 247 -

Após esvaziar o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o chamado "Conselhão", e aprofundar a recessão econômica, Michel Temer voltou a reunir o colegiado nesta segunda-feira 21 e acusou o governo Dilma Rousseff de provocar um "déficit de verdade" e "isolamento".

"Substituímos o ilusionismo pela lucidez", afirmou Temer a uma plateia de 92 conselheiros, mesmo diante da economia no fundo do poço. "Não havia apenas um déficit fiscal. Havia também um certo déficit de verdade. E não é possível continuar assim", completou.

Em defesa do seu plano de ajuste econômico e fiscal, Temer destacou que "o descuido com as contas públicas não é pago pelo governante. Este descuido é pago pelo trabalhador, que sente os efeitos no bolso".

O Conselhão foi criado em 2003 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A última reunião do colegiado foi feita por Dilma em janeiro deste ano.
Enviar: Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: