Pau quebra na Paulista na repressão ao Fora Temer


Manifestação contra o golpe e contra o governo interino de Michel Temer na Avenida Paulista, região central da capital paulista, começou a crescer e a ser reprimida pela Polícia Militar, que joga bombas de gás lacrimogêneo contra os integrantes de movimentos sociais; outras cidades também têm grandes protestos contra o golpe e Temer no dia em que a presidente Dilma Rousseff foi ao Senado se defender e na véspera da votação final do impeachment; Brasília, em frente ao Congresso Nacional, e Rio de Janeiro, na Calendária, são palcos de atos

Brasil 247 -

A grande manifestação contra o golpe e contra o governo interino de Michel Temer que está sendo realizada na Avenida Paulista, região central da capital paulista, na noite desta segunda-feira 29 está sendo duramente reprimida pela Polícia Militar.

A caminhada começou na Praça do Ciclista, próxima à Rua da Consolação, e começou a crescer sentido Paraíso, com destino final no vão do Masp. A PM joga bombas de gás lacrimogêneo e spray de pimenta contra os integrantes de movimentos sociais.

Outras cidades também têm grandes protestos contra o golpe e Temer no dia em que a presidente Dilma Rousseff se defende do Senado no processo de impeachment, na véspera da votação final do julgamento que pode afastá-la definitivamente.

Brasília, em frente ao Congresso Nacional, e Rio de Janeiro, na Calendária, são palcos de alguns desses atos contra o golpe.
Enviar: Google Plus

About Antonio F. Nogueira Jr.

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: